A tecnologia tem possibilitado um maior avanço para a competitividade dos negócios, fazendo com que os consumidores estejam cada vez mais conscientes e atentos à honestidade das marcas.

Moda e tecnologia estão cada vez mais unidos, e o blockchain surge nesse cenário como uma ferramenta que visa humanizar, tornar mais transparente e sustentável a indústria da moda.

O blockchain é uma tecnologia que utiliza a descentralização como medida de segurança, funciona como um banco de dados distribuído e visível para todas as pessoas na rede. São blocos de informação em cadeia, em que cada novo registro afirma o registro anterior. Seja em relação à sustentabilidade, qualidade e até mesmo autenticidade.

Mas qual a ligação do blockchain com a moda?

A tecnologia blockchain trouxe para a moda a capacidade de armazenamento de informações, de forma definitiva, sendo possível rastrear desde a matéria prima do produto, passando pelo local e processo de fabricação, até o momento de compra pelo usuário, ajudando a eliminar a ideia de compra compulsiva e o descarte desenfreado no meio ambiente.

De maneira descentralizada, a rede blockchain confirma que uma grife não usa trabalho escravo, não polui o meio ambiente e nem maltrata os animais.

Outro cenário da moda que o blockchain surge é na proteção da propriedade intelectual para designers e proprietários de marcas, pois com a ajuda de microchips permitindo o rastreamento dos produtos através da rede distribuída, os consumidores, criadores e varejistas podem conferir se a peça é genuína ou falsificada.

A transparência que esta tecnologia proporciona faz com que as marcas desenvolvam processos cada vez mais sustentáveis para atender a demanda de consumidores cada vez mais conscientes e manter sua reputação, pois quanto mais informações estiverem à sua disposição, maior será sua confiança na marca.

A chegada do blockchain muda completamente a forma como tem sido feita a certificação e a descoberta da origem dos produtos, dando um maior poder ao consumidor. O mercado da moda certamente não ficaria de fora, visto que essa tecnologia é um meio digital que agrega valor, e o seu uso pode ajudar as empresas a melhorar o seu desenvolvimento.

Saiba mais:

LVMH lança primeiro blockchain de luxo global
Fonte: WWD Business – 16/05/2019

  • VMH Moët Hennessy A Louis Vuitton desenvolveu a plataforma AURA, um sistema blockchain para autenticação de produtos de luxo, com a Microsoft e a empresa de software blockchain ConsenSys. O varejista começará a implementar sua tecnologia para as marcas Louis Vuitton e Parfums Christian Dior, conforme ConsenSys em um comunicado à imprensa .
  • Embora a plataforma tenha sido desenvolvida para ajudar os consumidores a rastrear as origens de seus produtos, a LVMH também disse ao Women’s Wear Daily que a tecnologia também poderia ser usada para salvaguardar a propriedade intelectual criativa e conter a fraude de publicidade. O processo para desenvolver a plataforma blockchain usando o Ethereum começou há mais de três anos, de acordo com o lançamento do ConsenSys.
  • Com a plataforma AURA, os consumidores podem rastrear o ciclo de vida de seus produtos, incluindo design, matérias-primas, fabricação e distribuição. Os clientes também poderão encontrar instruções específicas sobre cuidados com produtos, serviços de pós-venda e garantia na plataforma AURA, de acordo com o comunicado